Namorada de Pedro Falcão rebate críticas por ele usar vestido - Owzado

31 de janeiro de 2017

Namorada de Pedro Falcão rebate críticas por ele usar vestido



Lelly Costa defendeu o namorado nas redes sociais. 'A gente sabe que ele não tá ali para chamar a atenção', escreveu ela.
Foto reprodução / Facebook
Lelly Costa, namorada de Pedro Falcão, do "BBB 17", não gostou nada das críticas que o namorado recebeu. Um perfil intigulado "Galãs Feios" escreveu que "Pedro, do Bigh Brother Brasil (sic), é o clássico pseudo-cult desconstruído de condomínio. Um sincretismo de tudo o que existe de mais poser na rua Augusta e Vila Madalena. Típico apreciador de indie rock, filmes de Almodóvar ou daquele cineastas que basicamente fazem filmes que se resumem a três horas de goteira na pia. Um personagem fake que tenta vender desconstrução, mas que passa tanta vergonha e credibilidade quanto um topz era dançando funk sem camisa no Instagram".

A jovem saiu em defesa do namorado. Em resposta aos "Galãs Feios" e também aos comentários negativos ao BBB, Lelly esceveu:

"O texto que tá rolando por aí, dizendo que o Pedro é um falso desconstruidão, pra mim nada mais é que uma crítica embasada em nada. Todos os dias recebo críticas, direcionadas a mim e a ele, que não fazem o menor sentido e essa é mais uma delas. Eu entendo que chateia, que deixa a gente pra baixo, porque a gente SABE quem o Pedro é. A gente SABE que ele é uma pessoa amorosa, que usa vestido SIM, que não tá ali pra chamar a atenção, então deixa essas pessoas acharem o que elas quiserem, porque qualquer coisa que ali foi dita é uma mentira. Volto a dizer que internet é terra de ninguém. Aqui, todos temos passe livre pra dizer o que bem entendermos sem sofrer quase nada – ou nada, mesmo – com isso. Se os donos da página quiserem conversar comigo pra saber quem é o Pedro, eu me disponho! Mas se quiserem continuar com a imagem de que ele é um “pseudo-cult desconstruído de condomínio poser da Augusta e Vila Madalena apreciador de indie rock”, deixa eles acharem, ué. Pedro sequer vai pra Augusta, quem ouve indie rock na relação sou eu (ele prefere rap) e eu não entendi bem o que seria um pseudo-cult desconstruído de condomínio pois a sentença parece ter sido gerada afim de mostrar que os escritores da crítica têm um amplo arsenal de palavras. A gente nunca vai agradar a todos. Eu não vou, você não vai, Pedro não vai. O importante é que a gente sabe quem o Pedro é. A imagem dele tá exposta e, daqui pra frente, muitas críticas positivas e negativas virão. Não se preocupem com as negativas, porque a maioria delas será vazia. Ok? Então ok", escreveu ela.
Foto Reprodução / Facebook

Páginas